O filme nasce uma estrela, um dos lançamentos mais comentados deste ano, é o primeiro trabalho do ator Bradley Cooper como direto, e já em sua estreia possui grandes chances de levar o Oscar.

Além de diretor, Bradley Cooper também é protagonista do filme, juntamente com Lady Gaga, que vem levando muitas seus fãs ao cinema.

O filme, nasce uma estrela possui uma história, um tanto clichê, onde conta a história de Ally, uma jovem com um forte talento musical, mas com baixa autoestima e pouca confiança para alcançar os seus sonhos.

Assim, de repente, ela se vê diante de um sucesso absurdo, e por causa da fama, acabada deixa o homem de sua vida, Bradley Cooper que interpreta um machista, morto de inveja

Mas, o que podemos ressaltar é que nasce uma estrela superou as expectativas de bilheterias, e para você que está interessado em assistir ao filme, separamos um pouco mais de informações sobre a história do filme, sem spoilers, é claro.

A história do nascimento de uma estrela

Um fato de que muitas pessoas não sabem, é que nasce uma estrela, é uma refilmagem, onde este já foi estrelado por grandes estrelas como Judy Garland e Barbra Streisand.

O ator Bradley Cooper, sempre foi apaixonado por esta história, sendo por este motivo que decidiu assumir a direção do filme, e escrever o roteiro da trama, além de interpretar o protagonista.

A história do filme, segue as dos clássicos antigos, a jornada de uma garota caminha rumo a fama, e um sujeito que a ajuda a subir e a cair. A garota vira mesmo uma estrela, e seu companheiro, consumido pelo álcool, se acaba.

Das quatro primeiras versões do cinema de nasce uma estrela, a última que saiu, sem ser a do ano de 2018, lançada em 1976, é a única que traz uma atualização a história do protagonista, que ao invés de álcool, ele usa drogas mais pesadas.

Uma história que renasce

Nas mãos de Bradley Cooper nasce uma estrela como já citamos acima, se torna uma obra de arte lapidada, que entrega a história sem exageros.

O diretor, Cooper, consegue resgatar apenas o que há de melhor das histórias passadas, e preenche com um olhar artístico, atualizado e apaixonado.

Nesta versão do filme, o foco são os palcos das estrela do rock, mas o contexto da história e a trama que a envolve é ponto chave da história.

O diretor desse vez, está mais focado em mostrar a decadência de uma estrela ao invés do seu nascimento, e também, Jack, o protagonista masculino, dessa vez carrega muito mais complexidade em sua jornada.

A protagonista também sofre alguma mudanças, como o nome que agora é Ally, já que Esther, nome usados nos filmes anteriores, já não é mais utilizado nos dias atuais.

O filme ainda retrata em seu início a descoberta artística, mas o que mais chama atenção é a transformação que é feita em Lady Gaga, uma estrela do pop, transformada em uma cantora completamente diferente.

Entretanto, ainda há semelhanças com os filmes antigos, como a preocupação constante com a aparência que as protagonistas possuem, mas as motivações do protagonista masculino, são transformadas, já que as dos filmes passados já não cabem no século XXI.

Transformação que é preciso, já que nos filmes anteriores, o protagonista masculino se entregavam ao vício por conta de um ego afetado pela das atrizes, mas isso não funcionaria tão bem em 2018.

Agora, Jack é um ser humano que decai do estrelato para lidar com seus vícios, aliado a angústia de ver Ally perdendo a sua identidade para a fama.

Nasce uma estrela, dirigido e atuado por Bradley Cooper, com toda certeza levará alguma estatueta do Oscar, e além disso, outro motivo que para ver esse filme, é poder apreciar uma das melhores adaptações já feita para o cinema moderno.