Uma mulher insatisfeita com o divórcio seria capaz de qualquer coisa para reconquistar seu ex-marido? Sim, inclusive embarcar no mesmo cruzeiro que ele para atrapalhar seu romance com a nova namorada. Esse é o plot do filme brasileiro Sos Mulheres ao Mar, lançada em 20 de março de 2014.

A comédia romântica é protagonizada por Giovanna Antonelli e Reynaldo Gianecchini, e foi gravada em um Transatlântico durante um cruzeiro pela Europa.

Dirigida por Cris D’Amato, o longa Sos Mulheres ao Mar ganhou a 18ª Brazilian Film Festival de Miami, o maior festival do cinema brasileiro, como Melhor Filme.

Conheça melhor a história e quem mais está no elenco do longa que levou quase 2 milhões de espectadores aos cinemas.

História de Sos Mulheres ao Mar

Nem tudo são flores na vida da escritora Adriana (Giovanna Antonelli). Sem conseguir emplacar os seus livros – até porque, para isso, alguma editora teria que publicá-los primeiro, o que não é o caso –, ela passa a legendar filmes pornôs para ganhar a vida.

Como se não fosse o bastante, seu marido Eduardo (Marcelo Airoldi) pede o divórcio. Sem tempo de curtir a fossa – certamente, ao som de Marília Mendonça –, Adriana descobre que o ex-marido fará um cruzeiro ao lado da nova namorada, a celebridade Beatriz (Emanuelle Araújo).

Com o intuito de reconquistar Eduardo, Adriana aceita o incentivo da irmã Luíza (Fabíula Nascimento) e decide embarcar no mesmo cruzeiro. As duas não viajam sozinhas. A empregada Dialinda (Thalita Carauta) reforça o time de Sos Mulheres ao Mar e, juntas, se metem em confusões e aventuras.

Elenco

Distribuído pela Disney / Buena Vista e coproduzido pela Miravista, o elenco de Sos Mulheres ao Mar é formado por um time de atores brasileiros já bem conhecidos da TV. São eles:

  • Giovanna Antonelli (Adriana);
  • Reynaldo Gianecchini (André);
  • Fabíula Nascimento (Luíza);
  • Thalita Carauta (Dialinda);
  • Marcelo Airoldi (Eduardo);
  • Emmanuelle Araújo (Beatriz);
  • Flávio Galvão (Afonso, pai de André).

Thereza Amayo e Sérgio Muniz também constam no elenco do longa, que teve coprodução de Giovanna Antonelli e roteirizado por Marcelo Saback (o mesmo da comédia “De Pernas pro Ar”), Sylvio Gonçalves e Rodrigo Nogueira.

Considerações finais

Sos Mulheres ao Mar é voltado ao público feminino, destacando, em boa parte do filme, os estereótipos aos estrangeiros, aos homossexuais e, principalmente ao comportamento da mulher em relação ao homem, como se ele fosse muito importante na busca pela felicidade.

No entanto, o texto caminha para a modernidade quando Adriana descobre a liberdade. Trata-se de uma trama leve, divertida, com trocadilhos sexuais, mas nada tão explícito, e usando do mesmo espírito cômico de outras produções brasileiras, como “Meu Passado me Condena”, “Loucas pra Casar” e “Minha Mãe é uma Peça”.

Cris D’Amato também dirigiu “Sem Controle” e “Confissões de Adolescente”. Além disso, Sos Mulheres ao Mar ganhou sequência em 2015, trazendo, mais uma vez, Adriana e sua incessante tentativa de evitar uma reaproximação entre seu marido e outra mulher, dessa vez, Anitta, antiga namorada dele.

PARA ASSISTIR O FILME ONLINE, CLIQUE AQUI.